Os Símbolos

Os sinais e os símbolos são como presentes de Deus que nos ajudam a percorrer o nosso caminho. Na primeira palestra do Pathwork, o Guia usou uma analogia para explicar que, “do ponto de vista mais amplo do espírito, a vida humana é percebida como uma cena, na qual a forma e a substância da vida terrena são representadas como o mar, o oceano, sobre o qual cada vida individual manifesta é um barco.

Vemos com frequência essa analogia em sonhos. O quadro representa diversos aspectos da vida: o mar pode estar tempestuoso e o céu, cinzento; mais tarde, de novo o sol volta a brilhar e as águas se acalmam, enquanto a próxima tempestade não chega. Assim se alternam até a viagem atingir seu destino, que é a terra firme, o mundo do espírito e o verdadeiro lar”.

Algumas pessoas são como um capitão habilidoso, experiente e treinado e, como tal, não têm medo do perigo; pilotam seu barquinho atravessando todos os elementos da natureza e, durante a calmaria e os bons ventos, reúnem forças para a próxima tormenta. Outras já ficam nervosas e perdem o controle interno quando uma tempestade começa a se formar. Outras ainda se assustam tanto que, no seu medo extremo, nem manobram o barco, deixando-o à deriva nas tempestades da vida—e assim não conseguem nada.

“Vocês estão cientes, claro, de que as perturbações atmosféricas, as tempestades, os furacões e o acúmulo de nuvens são provas que a vida lhes apresenta. O ser humano que já passou por algum aprendizado espiritual e é um pouco mais sensível pode usar sua intuição para reconhecer onde seu barquinho se encontra, num momento determinado. Sendo assim, tudo depende de quão bem vocês possam dirigir sua vida.”

– Pathwork Palestra #1

  • #114 Luta: Saudável E Doentia
  • #253 Prossiga No Seu Esforço E Pare De Lutar

Na palestra final, o Guia cita novamente a beleza do simbolismo do mar, esclarecendo nitidamente que nada jamais se perde. Podemos observar isso no fluxo e refluxo da água: as ondas se formam, atingem o seu auge, depois vão se desfazendo e já não existem mais. Mas é claro que continuam a existir na imensidão do oceano e retornarão, num movimento contínuo. O mesmo ocorre com a consciência individual.

No fluxo e refluxo, também observamos um certo ritmo. Na vida, muitas vezes permitimos que nossas mentes intrometidas nos deixem insensíveis aos nossos próprios padrões e ritmos únicos, com os quais é fundamental estarmos em harmonia.

Quando buscamos a conexão do nosso mundo exterior com as nossas entranhas, e as respostas não vêm, pode ser um sinal de que estejamos fora de ritmo. O tempo de espera para que a reconexão com os ritmos aconteça pode, então, ser usado para encontrarmos as qualidades que só podemos ver em tempos de maré baixa, nos quais não há correnteza. É como ter a oportunidade de ver de perto as barbas de uma baleia e as conchas que se encontram na areia, o que nos é impossível na maré alta. Assim como o intervalo de tempo entre a maré alta e a maré baixa não é exatamente o mesmo, da mesma forma precisamos sentir o nosso próprio ritmo diferenciado em todas as coisas.

O Guia ensina que reconheceremos simbolismos desse tipo conforme formos despertando. Então, enxergaremos o universo de uma forma totalmente nova. Veremos que tudo tem um propósito, nada é em vão, e que existe um plano magnífico para nos levar de volta ao estado de unidade. Viveremos o dia em que não seremos mais a lamparina que carrega a luz. Porque nos tornaremos conscientes do que sempre fomos—a própria luz.

“A humanidade finalmente abraçará aquilo que é a sua experiência. E essa experiência é ser luz que não se oponha à escuridão, porque não se ilumina coisa alguma, mas se torna a própria luz.”

– Segundo passo do Magi Process, por Jason Shulman, em: www.magiprocess.com (somente em inglês)

  • #127 Os Quatro Estágios De Evolução: Reflexos Automáticos, Consciência, Compreensão E Sabedoria
  • #147 A Natureza Da Vida E A Natureza Do Homem

Próximo Capítulo
Voltar ao Índice

Palestras do Guia do Pathwork estão disponíveis gratuitamente no site do Pathwork Brasil e, em inglês, no site da Fundação Pathwork.

Leia as Palestras do Guia do Pathwork em Português
Leia as Palestras do Guia do Pathwork em Português