Sexta-Feira Santa

Qual é o significado espiritual da Sexta-Feira Santa?

O Guia: O significado espiritual da Sexta-feira Santa é tomar a sua cruz, que você criou, e carrega-la em seus ombros. O que isso significa? Encarar o fato de que você criou, consciente ou inconscientemente, circunstâncias em sua vida, nessa ou encarnações anteriores, através de desvios da verdade e da lei divina. E este é um fardo pesado.

Ao tomar a cruz sobre si mesmo, você diz “Sim” para a autorresponsabilidade e, consequentemente, para o seu destino. Pelo simples ato de dizer “Sim”, você está pronto para dissolver esta cruz, percorrer as dificuldades e atravessar a crucificação da vontade voluntária do ego, num espírito e numa atitude o mais positiva e saudável possível. E quando eu digo positivo, eu não estou falando para você negar as dificuldades com um falso pensamento positivo. Mas para você aceitá-las e saber que foi você mesmo quem as produziu. Essas adversidades são a consequência das suas atitudes, pensamentos, sentimentos e hábitos, quer você seja capaz de ver isso (como ocorre em alguns momentos), quer não (como em outros).

Ao encontrar a causa de suas próprias ações e reações equivocadas, você toma a cruz sobre si mesmo. Você não se rebela mais contra as atribulações, tentando acreditar que um destino injusto se manifestou para você. Tampouco entra no jogo da falsa piedade, sofrendo as consequências de suas ações, pensamentos ou emoções confusas sem tentar encontrar as causas, acreditando que é a vontade de Deus que te leva a sofrer, sem compreender a origem do seu sofrimento.

Só levando a cruz sobre si mesmo, nesse sentido, é que você pode renascer em espírito. Desse modo, a sua própria ressurreição será uma realidade. O novo e a liberdade serão verdade para você, liberando suas forças internas criativas e saudáveis  que se encontram bloqueadas porque você ignora a causa do seu sofrimento, que jaz dentro de si. A libertação de todo bloqueio e da paralisação será possível sempre que você encontrar aonde foi que você se desviou da Verdade.

Assim, e somente assim, fluira, da fonte da vida eterna em você, a força vital que foi transformada em uma força destrutiva por causa da maneira ignorante com que foi usada até agora. Este é o renascimento e a ressurreição que Jesus Cristo demonstrou simbolicamente, além, é claro, do significado espiritual com relação ao plano divino de salvação da humanidade.

Cada entidade individual, quer ela creia em  Cristo ou não, terá que passar por este processo antes de alcançar a verdadeira luz e liberação. A ação interna da alma é a mesma que Jesus demonstrou nos seus atos externos.

Mas é importante destacar  que a crucificação de Jesus não se limitou a demonstrar simbolicamente o que todos devem vivenciar interiormente.

O maior significado de Sua vida e morte é o Seu papel em todo o plano de salvação: devolver, para cada um de nós, a posse do livre arbítrio para que haja a reconexão com Deus.

(Palestra de Perguntas e Respostas # 54)

 

Prece do Guia Pathwork na Reunião de Páscoa

BENDITO sejas tu, oh Senhor, nosso Deus, que nos abençoaste com tuas leis.

Tu nos deste os sábados para repousar, as festas para alegrar e tu nos deste os dias santos para regozijar.

Estamos reunidos felizes de novo, juntos e na busca nessa noite especial, três vezes santa.

É sábado. É o dia da Páscoa (a Noite da Última Ceia).

É sexta-feira santa.

Neste noite particular queremos dar graças especiais a ti, Senhor Deus, por nos ter chamado.

Bendito sejas pelo poder de ver e escolher o Caminho que leva a ti.

Regozijamo-nos no amor que não nos abandona em nossas falhas, mas nos eleva e nos envia à frente para lutar de novo.

Bendito sejas, Pai celestial, por toda a ajuda que nos deste em nosso caminho.

Bendito sejas por tudo que nos mostraste a nosso respeito, nos momentos de amargura ou alegria.

Bendito sejas pelos segredos da força ou fraqueza que revelaste em nós, pelo incentivo que recebemos dos outros, pelas palavras ou atos de simpatia e boa vontade.

Oh Senhor, esteja com todos que trabalham pelo bem dos outros, que eles não fraquejem no bem fazer.

Esteja com os que ensinam, com os que governam, que a sabedoria, o respeito e o bem possam dirigir seus pensamentos e intenções, e reunir as nações em confiança e respeito mútuo.

E esteja com os que sofrem, no corpo ou na mente; que jazem na angústia, ou perambulam na dúvida, ou combatem na dor , ansiando pelo toque da mão que desapareceu.

Mais e mais, que possamos contar com a tua força. Fortifica-nos com teu consolo, dando-nos a visão distante do todo perfeito.

Que possamos ver que todo trabalho feito pertence a ti.

Que possamos trilhar os caminhos comuns da vida com fé crescente até aprendermos que de ti, através de ti e para ti são todas as coisas, e teu é o poder e a glória, para sempre.

Amém!

(Palestra Guia Pathwork # 82)

 

Próxima Página

Retornar Para o Indice

Leia as Palestras do Guia do Pathwork em Português
Leia as Palestras do Guia do Pathwork em Português
Leia todas as P&Rs em Inglês no site The Guide Speaks