Cristianismo

É realmente necessário que todos se convertam ao Cristianismo?

O Guia: Independente da sua religião, tente abrir o seu coração e a sua mente. Não abandone a fé a qual você está acostumado pois isso é desnecessário—a menos que você deseje fazê-lo.

Todavia, isso não muda o fato de que você deve abrir o seu coração e não menosprezar a pessoa a quem você mais deve agradecer, depois de Deus. Não despreze o Cristo assim tão facilmente.

Mesmo que você tenha dúvidas e incertezas—e a maioria de vocês aqui as tem—considere a seguinte possibilidade:  o que os seus pais, antepassados, ou pessoas em quem você confia disseram pode não estar inteiramente correto. Certamente eles falaram algumas verdades, porque a Verdade existe em todos os lugares, mas nenhum grupo na Terra possui toda a Verdade.

Vocês, que são buscadores espirituais, devem abrir a porta para a Verdade, não importa de que forma ela possa se apresentar a você. Não sejam teimosos. Não acreditem que isso significa ceder ou demostrar falta de caráter, meus amigos. Isso é um conceito imaturo! A questão aqui é a de sempre, “O que é a Verdade?”

Alguém poderia perguntar: “Nós podemos encontrar e alcançar Deus; podemos atingir a perfeição apenas através de Jesus Cristo?”

A resposta é sim e não, meus amigos. É um desses casos aparentemente paradoxais em que as duas respostas estão corretas. Vou procurar explicar o que quero dizer.

Vocês podem atingir uma etapa de desenvolvimento através de qualquer uma das grandes religiões, assim como das religiões não-cristãs, e conhecer a Verdade Absoluta. Nenhum espírito do mundo de Deus jamais dirá a vocês para abandonarem a sua igreja, seu templo, sua fé. Pois se vocês encontraram aquilo de que precisam em termos de felicidade, de alimento espiritual na fé que adotaram, continuem com ela.  Como eu já disse, todas as grandes religiões contêm uma dose suficiente de verdade básica, suficiente para aquilo que precisam para seu desenvolvimento espiritual.

Cabe a vocês, descobrir quais dessas verdades vocês precisam para o seu desenvolvimento pessoal, e colocá-las em prática.

Quando falo de satisfação da fé, não quero dizer que ela satisfaça a consciência superficial. Isso não é suficiente. Ela precisa satisfazer o espírito, o seu Eu Superior que é bastante exigente.

Mas se vocês seguirem os ensinamentos da sua religião, pelos quais vocês aprendem e fazem a única coisa que realmente importa, o autoconhecimento  e a auto-purificação, a honestidade absoluta consigo mesmo – sem isso, a purificação é impossível – a religião à qual vocês pertencem ou que escolheram vai lhes dar satisfação espiritual.

Essa purificação, essa crucificação do eu inferior é a única coisa que importa, é o mais importante de tudo, e onde vocês encontram a ajuda necessária, a orientação e a inspiração de que precisam para chegar a esse ponto não importa tanto, mesmo que a filiação religiosa de vocês, por diversas razões, não reconheça Cristo.

Somente através da auto-purificação é que vocês elevarão a consciência a um ponto em que estarão abertos para a Verdade em todos os seus aspectos, inclusive no que diz respeito ao papel que o Cristo desempenhou na história da criação e sobre qualquer outra coisa.

Portanto, considero que a resposta à pergunta se é preciso aceitar Jesus Cristo e se isso é absolutamente necessário para atingir Deus é, não.

A percepção da Verdade Absoluta com respeito a essa pergunta, em outras palavras, só pode ocorrer através de um processo de  auto-purificação  – que infelizmente poucas pessoas fazem – quer o reconhecimento de alguns fatores aconteça ainda durante esta vida, ou depois dela.

Qualquer pessoa que passe por esse processo de  auto-purificação,  por mais difícil que seja, preparará o terreno para receber e vivenciar a Verdade em todas as suas facetas, quer parte disso ainda ocorra durante a encarnação atual ou, devido a certas circunstâncias, posteriormente.

Mas o terreno precisa ser preparado. E isso significa perfeição através da purificação. Enquanto existir, por exemplo, uma certa teimosia na alma – com respeito a qualquer coisa, não apenas com relaçao a este assunto -, a experiências ou a percepção da Verdade Absoluta é impossível. Pois essa teimosia e voluntarismo são exatamente o que dificultam a elevação da consciência e revelam-se um empecilho.

Digo muito enfaticamente que apenas aquele que crucifica seu eu inferior está pronto para a Verdade pura no que diz respeito a qualquer coisa da criação e do Divino, assim como para descobrir o fato de que Jesus Cristo é o Messias e de que Ele é o ser mais exaltado de todas as criaturas.

Tudo isso é uma parte muito importante da grande Verdade, da história da criação e dos fatos como eles realmente são! Isso é assim quer vocês já tenham ou não a capacidade e a disposição para reconhecer, compreender e aceitar.

O que Deus espera de vocês e o que faz parte da perfeição e do desenvolvimento, pelo menos até um certo ponto, é a gratidão à pessoa sem cujo feito ninguém poderia voltar à luz divina, tampouco restabelecer a corrente de retorno a Deus que ficaria quebrada para todas as criaturas.

Em algum momento, chegará a hora, mesmo que alguns de vocês ainda não estejam prontos, mesmo se ainda houver outras coisas a realizar que, como eu disse, podem ser feitas em qualquer religião, ou  ainda,  fora de qualquer religião organizada, em que essa gratidão pelo maior feito, sem o qual todos vocês estariam perdidos, invadirá vocês e será entregue Àquele a quem é devida.

E esta é a vontade de Deus.  Vocês não deveriam menosprezar Cristo tão apressadamente. Deveriam pensar em tudo isso, mesmo que não reconheçam “oficialmente” a religião cristã.

Assim como todas as religiões contêm verdade suficiente para permitir a purificação, da mesma forma todas têm erros. Dessa forma, é importante só seguirem o que o seu espírito estiver de acordo. Siga os anseios do eu superior. O resto virá sozinho.

A união com Deus, a meta e o objetivo é o contrário de divisão e da separação. E se essa divisão entre judaísmo e cristianismo ocorreu após a vinda de Jesus, foi por culpa do seres humanos. Nasceu da divisão inicial. Deveria haver unidade, completude e integração entre judaísmo e cristianismo – não importa como vocês chamem.

Resumindo, o Cristo representa uma parte muito importante do retorno de vocês a Deus e, desta forma, merece a sua gratidão e algum contato com Ele – pois Ele é de fato o melhor amigo que vocês poderiam ter, seu mais forte ajudante e advogado. E no final das contas, sem Jesus, vocês não conseguirão atingir a plenitude de Deus.  Então, a resposta à questão se vocês só podem alcançar Deus através de Jesus é, sim.

A constante negação desses fatos revela uma teimosia no coração de vocês que é um sintoma de imperfeição e enquanto alguma imperfeição estiver viva  em vocês, não será possível a união com Deus.

 

Próxima Página

Retornar Para o Indice

Leia todas as P&Rs em Inglês no site The Guide Speaks
Leia as Palestras do Guia do Pathwork em Português
Leia as Palestras do Guia do Pathwork em Português